Como um trem construído para transportar presidiários aos campos de extração de madeira se transformou numa referência de Ushuaia e da Patagônia.

* * *

Quem hoje embarca no passeio a bordo do Trem do Fim do Mundo, em Ushuaia, se não prestar atenção, perde o bonde da história que caminha junto com ele. A estação principal arrumada e receptiva aos turistas. As cabines bem arrumadas (embora com um ou outro rasgo no vinil dos assentos) transportam famílias e turistas felizes. O sistema de som conta sobre a trajetória do trem e do povoamento de Ushuaia, (em espanhol, inglês e em português), em áudio baixo e com algumas falhas. Enquanto isso, a gente se debruça na janela para tentar garantir a melhor foto!

Trem do Fim do Mundo, Parque Nacional, Ushuaia, Terra do Fogo, Patagônia, Patagônia ArgentinaFoto da janela do Trem do Fim do Mundo durante o passeio, cruzando o Parque Nacional.

Afinal, qual é a história do Trem do Fim do Mundo?

Voltemos para o fim do Século XIX.

Os Yamanas, indígenas locais, já faziam da Terra do Fogo – assim chamada pois por volta de 1520, o navegante português Fernão de Magalhães, o mesmo que deu nome ao Estreito de Magalhães, avistou grandes labaredas de fogueiras dos Yamanas na ilha, e a batizou de Terra do Fogo – seu lar. A distância aos grandes centros era muito significativa, de certa forma, custosa demais. Foi somente em 1884 que a região se tornou alvo do governo central argentino.

Fernão de Magalhães, navegante português descobridor da Terra do Fogo.

Pela grandiosa distância e difícil acesso, este mesmo governo teve como ideia transformar o ponto mais ao sul da Patagônia Argentina em colônia penal. Para lá, portanto, passaram a ser enviados os presos, totalmente excluídos do convívio social, em condições normalmente sub-humanas.

E a história do trem está intimamente ligada a outra atração turística de Ushuaia, o Presídio, hoje Museu Marítimo e Presídio do Fim do Mundo.

Somente em 1902 os primeiros blocos do presídio tal como conhecemos começaram a ser construídos. Mas a dificuldade logística para obter material era severa. Sobre trilhos de madeira, pequenos vagões de tração animal carregavam pedras, areia e especialmente, madeira. Foi em 1909 que os trilhos foram adaptados e uma locomotiva foi adquirida, levando os encarcerados desde o presídio até os campos de trabalho.

Trem do Fim do Mundo em operação durante o inverno.

Em 1947, um decreto presidencial assinado por Juan Domingo Perón, sentenciou o fim da colônia penal, o fechamento imediato do presídio, cujos prédios foram transformados em Base Naval. A utilidade da pequena ferrovia do Trem do Fim do Mundo se perdia.

Em 1949, um grande terremoto danificou o trajeto quase inteiramente. Como a expansão ferroviária era parte fundamental do programa de governo de Perón, insistiu-se em manter a via ativa até 1952, quando foi definitivamente fechada.

Trem do Fim do Mundo, Tren del Fin del Mundo, Patagônia, Argentina, Ushuaia, Ushuaia Sob Medida, Ushuaia Hecho a Medida, Tierra del Fuego, Terra do Fogo, passeio, viagem, turismo, Parque Nacional, Parque Nacional e Trem do Fim do Mundo

Trem do Fim do Mundo (Tren de Fin del Mundo), atração do Parque Nacional Tierra del Fuego, na Patagônia Argentina. Parada obrigatória para viver Ushuaia Sob Medida.

Assim permaneceu por mais de 40 anos. Já em 1994, Ushuaia despontava como destino turístico que atraía visitantes de todo o mundo. Foi então que uma empresa vislumbrou a oportunidade de reativar o percurso do trem e fazê-lo atração da cidade. Para isso, reformaram os trilhos, compraram novas composições, e em 1995 começou a operar o Trem do Fim do Mundo, percorrendo 7 dos 25 km originais.

Desenho da rota do Trem do Fim do Mundo, em mapa distribuído na estação principal.

O passeio logo se tornou sucesso absoluto! Em cerca de uma hora, o trem corta paisagens do Parque Nacional, com direito a parada em estações, mirante para apreciar o Vale do Rio Pipo, conhecer o cemitério de árvores para relembrar a época dos trabalhos forçados, e até apreciarmos a reconstrução de um assentamento Yamana.

Para aproveitar ao máximo o passeio, o ideal é encaixar o Trem do Fim do Mundo na visita ao Parque Nacional. Um 2-em-1 que vai fazer sua visita valer muito mais a pena!

Trem do Fim do Mundo, Ushuaia, Patagônia, Patagônia Argentina, Parque Nacional, Terra do Fogo

Paisagens deslumbrantes fazem parte do passeio a bordo do Trem do Fim do Mundo.

Assim, de recurso feito para facilitar a extração de recursos naturais para a construção de instalações presidiárias em Ushuaia, o Trem do Fim do Mundo renasceu como atração turística. E mesmo sem os trilhos, estações e locomotivas originais, conta e preserva a rica história da cidade.

 


E você, tem fotos do Trem do Fim do Mundo? Compartilhe com a gente no Instagram @ushuaiasobmedida!

Alguns dos passeios de Ushuaia nesse inverno

Parque + Trem Fim do Mundo

O Parque Nacional Terra do Fogo é destino imperdível em Ushuaia. E pode ficar ainda melhor, ao andar no Trem do Fim do Mundo. O Trem cruza o Parque Nacional, com paisagens deslumbrantes, de cair o queixo! Sem contar para aproveitar e conhecer ainda mais da riquíssima história da região, contada a bordo.

Navegação Canal Beagle

O Canal Beagle é uma festa de fauna e flora fueguina! Conheça os cormorones, a ilha dos lobos marinhos, talvez cruze com uma baleia jubarte… Uau! É no Canal também que se encontra o Farol Les Eclaireurs, conhecido como o Farol do Fim do Mundo. Retorne à cidade no fim do dia para uma visão espetacular do pôr-do-sol!

Pinguineira + Navegação

A visita à Pinguineira se tornou rapidamente um dos passeios mais requisitados de Ushuaia! E não é de se espantar por quê… Caminhar com pinguins ao alcance da mão é uma experiência que ficará marcada para sempre em sua memória. E ainda por cima contempla a navegação pelo Canal Beagle! Simplesmente maravilhoso!
Laguna Esmeralda, Ushuaia, Ushuaia Sob Medida, Ushuaia Hecho a Medida, trekking, viagem, turismo, Patagônia, Argentina, Terra do Fogo, Tierra del Fuego

Laguna Esmeralda

Um trekking? Ora, sim, claro! De baixa dificuldade, a trilha até a Laguna Esmeralda aceita gente de todas as idades que tenha disposição e energia! Um dos tesouros da região, é proibido não ir! E que tal finalizar com um almoço ou jantar mais do que especial? Isso só aqui com a gente!

Nossos destinos

Contato

E você?
Que tal aproveitar Ushuaia e a Patagônia do melhor jeito: o SEU?
Entre em contato com a gente!


Siga nas redes sociais!

@ushuaiasobmedida

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário